A história do Ukulele

Blog do Music Jungle

Por Equipe Music Jungle em 10 de Outubro de 2017

O nome Ukulele tem origem do Havai, ele foi dado para um instrumento chamado Manchete que foi originalmente criado na ilha de Madeira em Portugal. O Manchete é um descendente direto de outros instrumentos de cordas feitos no velho continente. Ele foi levado para o Havaí pelo barco Ravenscrag durante os anos 1800 por meio de imigrantes portugueses que mudaram para a ilha afim de trabalhar em fazendas de cana de açúcar.

A palavra Ukulele significa pulga saltitante em havaiano, existem várias lendas que contam como o instrumento Manchete ganhou seu novo nome de Ukulele, entretanto não há nenhuma evidência que prove que qualquer uma dessas histórias são reais. Um dos contos mais interessantes diz que quando um dos passageiros do Barco Ravenscrag chegou no porto de Honolulu ficou tão feliz por ver terra depois de passar 4 meses em alto mar que pulou do navio e começou a tocar desesperadamente o Madeira. Os havaianos viram o português tocando aquele instrumento de forma frenética e logo assimilaram os rápidos movimentos feito pelo instrumentista ao de uma pulga saltando.

O Ukulele não demorou para ser abraçado dentro da cultura da ilha, muito por causa do Rei David Kalakau, que gostava muito do pequeno instrumento e foi o principal responsável pela sua popularidade imediata. Kalakau viu que esse instrumento poderia lhe ser muito útil, ele estava com planos de desenvolver a cultura da ilha pois muitos missionários estavam entrando no local com a intenção de evangelizar os havaianos e implementar uma cultura europeia. Foi ele que tomou o Ukulele e o fez um instrumento tradicional do Havaí, fazendo-o estar presente em cerimônias reais e acompanhando a música tradicional do local, a Hula.

Depois que os portugueses terminaram seu trabalho no campo de cana de açúcar, tiveram que retornar para a capital da ilha Honolulu. Lá eles viram uma grande oportunidade de ganhar dinheiro, e em 1889 eles abriram um negócio de construtores de instrumentos. Como o Ukulele estava muito popular sobre a padronagem do Rei, muitos modelos foram feitos pelos portugueses. Muitos continuaram a fazer os Ukulele durante muito tempo, exportando alguns para as Américas.

Enquanto os portugueses viajavam com suas manchetes pelo mundo, o instrumento de quatro cordas, que agora era tradicional do Havaí, não tinha sido introduzido de forma adequada para os outros continentes até os anos 1900. Foi durante a exposição Panama Pacific em São Francisco no ano de 1915 que ele foi devidamente apresentado, nesta exposição havaianos tocaram pela primeira vez seu instrumento fora de sua terra. Depois dessas apresentações o Ukulele ganhou notoriedade nos Estados Unidos que os usavam para tocar música tradicional havaiana (que ficou famosa junto com o Ukulele na América do Norte).

Entre os anos de 1915 e 1920 a popularidade do instrumento explodiu junto com a sua música de origem. Os fabricantes de instrumentos dos EUA viram uma oportunidade em produzir o ukulele, então começa-se a fabricar o instrumento na cidade de Nova York. Era inevitável que, na cidade do marketing, propagandas não fossem feitas com o instrumento. Toda essa exposição não foi muito bem aceita pelos havaianos que viam aquilo como algo tradicional. Essa pequena tensão entre nativos e os produtores não atingiu as vendas do Ukulele, que só cresceram durante os anos 1920.

Essa grande procura pelo instrumento fez com que diversos diversos modelos fossem fabricados, podíamos encontrar Ukulele de tamanhos e tons diferentes como tenor e soprano. Isso teve seu lado positivo para o instrumento, a alta demanda fez com que o produto fosse muito produzido e, por consequência, viu-se o Ukulele com preço baixo. O valor baixo atraiu muitos iniciantes para o instrumento, dando a ele a fama de ser uma ótima porta de entrada para o mundo da música devido ao seu baixo preço e ao seu pequeno tamanho. Todos esses fatores tornaram o Ukulele um ícone dos anos 1920, época que o Jazz era o grande ritmo musical.

O Ukulele foi perdendo sua popularidade durante os anos 1930 e nas décadas seguintes sua fama só baixou, mesmo com alguns soldados americanos trazendo-os do Havaí depois de servir durante a segunda guerra mundial. A popularidade do pop-rock fez com que o ukulele fosse quase esquecido durante os anos 1960. Os Beatles eram muito fãs do instrumento, mesmo utilizando-o muito pouco durante a sua carreira. Nos anos 1970 o Ukulele estava abandonado, esperando uma década inteira passar, para poder reviver novamente.

Outros países adotaram o Ukulele no seu repertório musical tradicional, incluindo Japão e Canadá. O instrumento foi introduzido para os orientais nos anos 1900 e logo foi adotado. O Canada foi o segundo país, perdendo apenas para o Havaí, a ensinar Ukulele nas suas escolas, o que fez com que o instrumento ganhasse muita popularidade.

Nos dias de hoje encontramos diversos tipos de Ukulele, o instrumento está novamente em um período de popularidade, ele volta a ser muito procurado devido sua versatilidade, seu tamanho e sua fácil aprendizagem. A internet tem seu grande papel nessa retomada, os blogs e as vídeo-aulas mostram o valor desse instrumento. Essa popularidade fez com que surgissem diversas marcas boas de ukulele. O instrumento ainda é associado a cultura do Havaí, mesmo com sua popularidade ele não mudou muito daquilo que os havaianos se apaixonaram nos anos 1800.

Agora que você já sabe da história do Ukulele, de uma olhada nos nossos modelos do instrumento aqui!







Feedbackmesage minopt min fa8c87b4e72c5d1356383c87dfbe8178be65a43e63c06913a60c2a7163ba1b04

Não demora nem 30 segundos, prometemos!;)

Obrigado por nos ajudar a construir a melhor comunidade de músicos do Brasil!