20 anos sem Tom Jobim

Blog do Music Jungle

Por Equipe Music Jungle em 30 de Dezembro de 2016

Em 8 de Dezembro de 2014, completaram 20 anos desde que o grande maestro Tom Jobim nos deixou.

Considerado pela Rolling Stones como o principal expoente da música brasileira, e um dos criadores da Bossa Nova, Antônio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim era brasileiro até no nome.

Nascido na Tijuca, mudou-se para Ipanema bem cedo e foi criado ali mesmo. Se casou duas vezes e teve quatro filhos, dois em cada casamento. Seu maior legado foi na música brasileira, na qual viveu e respirou até o fim e contribuiu enormemente para seu desenvolvimento.

Tom começou sua carreira no início dos anos 50, tocando em bares e boates até que foi contratado como arranjador pela gravadora Continental. Além de fazer os arranjos, tinha como função transcrever as melodias dos músicos que não eram que não sabiam faze-lo.


Depois da Continental, foi trabalhar na Odeon e compôs seus primeiros sambas e teve suas primeiras parcerias com Billy Blanco e Dolores Duran.

Em 1956 musicou a peça Orfeu da Conceição, de Vinícius de Moraes, e esse foi o começo de uma parceria de muito sucesso e muito duradoura. E foi mais ou menos nessa época que ele, junto de Vinicius, Elizeth Cardoso e um baiano até então desconhecido, chamado João Gilberto, lançou o LP "Canção do Amor De Mais", em 1958.


A partir daí a Bossa Nova começou a nascer e tomar forma, principalmente com a música cantada por João Gilberto, "Chega De Saudades", lançada em 78 rotações e com arranjo musical de Tom.


Em 1962 foi destaque no "Festival da Bossa Nova", em Nova York e, no ano seguinte, compôs o grande marco da música brasileira, e possivelmente a música mais tocada no exterior, junto de Vinícius de Moraes: Garota de Ipanema - inspirada na jovem Helô Pinheiro, que passava diariamente pelo bar onde eles ficavam em seu caminho à Praia de Ipanema. Outra coisa curiosa sobre essa música é que ela é a segunda música mais tocada no mundo, perdendo somente para "Yesterday", dos Beatles.

Frank Sinatra e Tom Jobim permormando Garota de Ipanema, em 1967.


Nessa época, entre 62 e 63, produziu diversos clássicos, como  "Só Danço Samba""Ela é Carioca" (ambas com Vinícius), "O Morro Não Tem Vez" e outras.


O sucesso fora do Brasil foi tanto que, em 1967, voltou para os Estados Unidos para gravar com o grande Frank Sinatra. O disco "Francis Albert Sinatra e Antônio Carlos Jobim" inclui versões em inglês das músicas de Tom ("The Girl From Ipanema", "How Insensitive", "Dindi", "Quiet Night of Quiet Stars") e composições norte-americanas, como a música de Cole Porter "I Concentrate on You".


Veja aqui um trecho da dupla Sinatra e Jobim:


Além dessa parceria, compôs outra parceria de sucesso nessa época, ganhando o prêmio no III Festival Nacional da Canção, da TV Globo, com a canção "Sabiá", composta juntamente com Chico Buarque e interpretada por Cynara e Cybele, do Quarteto em Cy. 


Aprofundou seus estudos musicais e prosseguiu gravando musicas vocais e instrumentais, juntando harmonias típicas do Jazz e elementos brasileiros, vindos da sua pesquisa sobre a cultura brasileira. Lançou dois álbuns, "Matita Perê" e "Urubu", em 1970. E, desses dois álbuns saíram músicas como "Águas de Março", "Lígia", "Correnteza", "O Boto" e outras. Também nessa época gravou discos de sucessos com outros artistas, como Elis ReginaMiúcha e Edu Lobo.


Depois de anos de sucesso, em 1992 foi samba enredo da Estação Primeira de Mangueira e, em 1994, lançou seu último disco, "Antônio Brasileiro", pouco antes de sua morte em Dezembro, vítima de parada cardíaca, enquanto se recuperava de um câncer na bexiga, em Nova Iorque.


Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro foi renomeado Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antônio Carlos Jobim junto ao Congresso Nacional por uma comissão de notáveis, formada por Chico BuarqueOscar NiemeyerJoão Ubaldo Ribeiro, Antônio Cândido, Antônio Houaiss e Edu Lobo, criada e pessoalmente coordenada pelo crítico Ricardo Cravo Albin.


Existe também um acervo online do músico, com fotos, áudio, vídeo, partituras e textos, completamente de graça para que você possa aprender mais sobre esse grande músico e grande brasileiro.


É por hoje é isso! Espero que tenha atiçado sua curiosidade sobre esse grande músico e sobre a nossa música brasileira também! E, como sempre, críticas, elogios, dúvidas ou qualquer coisa, comente! E siga-nos no Facebook para notícias, trívias e curiosidades musicais!

Até a próxima!

{{anuncio.titulo}}
Frete Grátis

Comentários

Este post ainda não tem comentários... Que tal ser o primeiro?